segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Só o conhecimento te faz ser dono de seu caminho:

Fico boquiaberto com o orgulho que alguns brasileiros têm ao falar do "jeitinho brasileiro"...enchem a boca e os olhos saltam para fora quando falam da "malandragem tupiniquim", ora...está mais que na hora de deletarmos essa "descultura". Não existe jeitinho brasileiro,existe corrupção no Brasil,existe o desuso da cultura em nosso país, nossos jovens parecem cada vez mais preocupados com festinhas, em usar a correntona no pescoço ou utilizar expressões que lá fora são mais velhas que andar pra frente.Como educador luto pela abosorvição do conhecimento, daí quando falo em aula sobre isso um aluno indaga:- mas pra ser presidente nem estudo precisa ,então por que eu vou estudar? então eu digo: - estude para guiar e não ser guiado,não ser um fantoche na mão dos outros. Nada contra nosso estimado presidente, não escrevo aqui sobre política,mas sim sobre cultura e Língua...acho que liderança se tem e não se aprende e isso ele demonstra em muitos aspectos...estou aqui dissertando sobre o fato da cultura não ser moda entre nossos adolescentes, muitos não pensam no futuro,acham que a vida é somente o agora e o conhecimento é um "saco". Estou aqui para dizer a estes que o conhecimento é tudo, pois nem as gurias ou os guris irão dar atenção a vocês em um breve futuro se o corpo for belo,mas a cabeça oca.
Tudo bem, assistam os programas que nada te acrescentam,leiam as besteiras da net que nada valem,afinal,nós devemos ter momentos de "nadismo", isso é fundamental para a qualidade de vida também...eu não assisto somente programas inteligentes ou leio apenas livros intelectuais, como todo ser normal acho que faz parte de nossa existência rirmos da maior besteira, brincarmos como na infância,somos humanos.Mas, procure ser mais , não melhor ,apenas mais,sempre mais...leia um livro a cada três meses que seja,assista um programa inteligente por semana na televisão,leia sobre política no jornal nem que só no final de semana,acesse um site cultural uma vez ao dia e leia um parágrafo sobre qualquer item que considere intelectual,aprenda uma palavra nova de nosso idioma a cada dois dias e a use em suas conversas,passe adiante...
Seja o dono de seu caminho e assim possa fazer escolhas no futuro, não deixe a vida te levar(isso só fica bonito em poesia ou música), guie tu a tua vida,mas para isso aprenda,busque,somente assim poderás fazer isso, o maior e único poder real que ninguém pode tirar de você é sua cultura e seu conhecimento.

domingo, 27 de setembro de 2009

Língua - Dígrafos Vocálicos e Consonantais:

Continuando a série revisão para a prova,heheheheh...vamos aos dígrafos( assunto fácil,mas se tu perguntares por aí o que é muitos nem fazem ideia - lembrando que ideia agora é sem acento).
Dígrafo refere a som e grafia, isto é, duas letras que formam um único som. Assim, temos o dígrafo vocálico e o consonantal.

Dígrafo Consonantal: Ocorre quando temos duas consoantes que formam um som: nh, ss,rr, sc,sç,xc,lh...

Ex.: Milho, palhaço, naa, nascer, exceção, assado, carro...observe que quando pronunciamos esses termos as consoantes grifadas apresentam apenas um som, estejam ou não na mesma sílaba.

Dígrafo Vocálico: O dígrafo vocálico não se dá por duas vogais,mas uma vogal seguida de M ou N, desde que a sílaba inicie pela vogal.Assim, pode aparecer no início de um termo ou não.

Ex.: Ontem, antes, entrega,empresa, índio, umbú. ciência...quando uma vogal é seguida de M ou N é possível notar que a consoante apenas dá o efeito de esticar o som da vogal, tanto que não é possível saber se é M ou N , notamos apenas pelas regras( antes de P e B usa-se M e talz...).

sábado, 26 de setembro de 2009

Língua - Encontros Consonantais:

Os encontros consonantais se dão de acordo com a posição das consoantes na divisão silábica de um termo. Os encontros consonantais podem ser perfeitos e imperfeitos.

Encontro Consonantal Perfeito ( E.C.P.): Ocorre quando duas consoantes ficam lado a lado na mesma sílaba.
Ex.: Prato: pra-to, palhoça: pa-lho-ça, Imigrante: i-mi-gran-te. Notamos que na palavra prato o P e o R ficam na mesma sílaba, assim como o L e o H em palhoça...a isso dá-se o nome de Encontro Consonantal Perfeito.

Encontro Consonantal Imperfeito( E.C.I.): Dá-se quando na separação das sílabas de um termo duas consoantes ficam separadas pela divisão, assim como um hiato nos encontros vocálicos.
Ex.: Imigrante: i-mi-gran-te, entrega: en-tre-ga, importante: im-por-tan-te.

Note que algumas consoantes sempre formarão um E.C.P., pois nunca ficam separadas em divisão de sílabas: pr, bl, lh, nh, tr; enquanto outra sempre formarão um E.C.I.: nt, mp, xc, ss, rr, etc. Ou seja, nunca ficarão agrupadas lado a lado na mesma sílaba.

Língua - Encontros Vocálicos:Hiato, Ditongo e Tritongo.

A pedido de alguns alunos meus irei postar esse tópico,aliás,é assunto da prova da semana que vem,heheheh.....
Bom, encontros vocálicos referem a posição das vogais em uma separação silábica, isto é, se ficam juntas na mesma sílaba lado a lado ou separadas. Quando ocorre da separação silábica de um termo identificar duas vogais separadas pela barra de divisão temos um HIATO.

Ex.: saúde: sa-ú-de, saída: sa-í-da, Baú: ba-ú, etc. Note que as vogais a e u ficam separadas em saúde, já no termo saída o a e i ficam da mesma forma, como em baú, a e u separados...a essa característica damos o nome de hiato.

O Ditongo é identificado pela presença de duas vogais lado a lado na mesma sílaba, quando isso acontece uma das vogais é chamada de semivogal ( vogal mais fraca, pronúncia mais rápida e fraca na fala) , pois não é possível duas vogais na mesma sílaba agrupadas lado a lado.

Ditongo Crescente: o ditongo crescente dá-se quando a semivogal aparece antes da vogal na sílaba, isto é, o som da segunda vogal é mais forte na pronúncia da palavra.

Ex.: presidência: pre-si-dên-cia, Gênio: gê-nio. Note que nos termos a segunda vogal é pronunciada de maneira mais forte em relação a primeira.

Ditongo Decrescente: no ditongo decrescente a vogal aparece antes da semivogal na sílaba, assim o som da primeira vogal é mais forte em relação ao som da segunda na pronúncia do termo.

Ex.: Noite: noi-te, loura: lou-ra, coisa: coi-sa. Note que o som da primeira vogal é mais forte em relação a segunda vogal na pronúncia do termo.

O máximo de vogais que podem ser encontradas em uma sílaba lado a lado são três, caracterizando um Tritongo. Ex.:  Saguão: sa-guão, Uruguai: U-ru-guai,etc.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Literatura - Movimento Barroco

Imaginem-se vivendo em um país com determinadas leis. De repente, chega um governante, assume e resolve trocar aquelas leis, dizendo que estas são falsas e ruins para o seu povo. Quando todos se acostumam a essas novas leis, chega um novo governante e diz que está tudo errado, trocando tudo para como antes. Imaginem como se sentiriam as pessoas sobre o que é certo e o que está errado. Este exemplo retrata de forma simples o contexto e o conflito do homem no século XVII.

O barroco uniu o lado Renascentista ( valores humanistas, gosto pelas coisas terrenas,satisfações mundanas e carnais ) aos valores espirituais da Contrarreforma ( da época medieval, valores religiosos de fé, lado imaterial ). O movimento marcou um momento de crise espiritual da sociedade europeia, pois o homem estava dividido em duas formas de ver o mundo: a forma do sensualismo e dos prazeres materiais trazidos pelo Renascentismo e a forma trazida pela Idade Média e pela Contrarreforma, onde os valores espirituais ficavam evidenciados.

Os principais temas abordados no Barroco ficavam desses dois lados: a espiritualidade e a religiosidade. A oposição do amor e da dor era tratada com clareza. De um lado os valores espirituais e, do outro, a angústia e desilusão do homem em relação ao amor e seus atributos.

No Brasil, Gregório de Matos e Padre Antônio Vieira foram grandes escritores na poesia e prosa respectivamente.

O estilo barroco teve uma orientação artística que surgiu na Itália, especialmente em Roma, na virada para o século XVII. Na verdade, serviu como uma reação ao artificialismo maneirista do século anterior. O novo estilo estava comprometido com a emoção genuína e, ao mesmo tempo, com a ornamentação vivaz.

A base para esse movimento foi o drama humano, que na pintura barroca foi bem encenado com gestos teatrais muitíssimo expressivos, sendo iluminado por um extraordinário claro-escuro e caracterizado por fortes combinações cromáticas. O termo Barroco é usado para designar o estilo que, partindo das artes plásticas teve seu apogeu literário no século XVII, prolongando-se até meados do século XVIII.

No Brasil, esse movimento teve sua influência entre 1601 e 1768 com os seguintes eventos marcantes:

- 1601: publicação de Prosopopeia, de Bento Teixeira Pinto;

- 1768: publicação das Obras poéticas, de Cláudio Manuel das Costa, que assinala o início do Arcadismo no Brasil.

CONTEXTO HISTÓRICO

A REFORMA

O Barroco se manifestou em um período em que a igreja tinha uma forte influência na sociedade europeia. Isto fez com que alguns dos seus membros ou que nela se infiltraram não por motivos puramente religiosos, mas pelo desejo de ter um "status", já que na época fazer parte do clérigo era visto como algo de grande valor e isto fazia com que pessoas que não tinham verdadeiras vocações religiosas tivessem cargos dento da religião e assim através da atuação clerical vivessem como senhores nobres ou como pecadores contumazes, contrariando os ideais de humildade e simplicidade da doutrina cristã.

Esta situação serviu como forte motivo para uma cisão ou divisão dentro da igreja, que foi definitivamente concretizada pela Reforma Protestante de Martinho Lutero, iniciada em 1517, seguida da entrada de João Calvino, em 1532.

Os reformadores, Lutero na Alemanha e Calvino na França, reivindicavam a reaproximação da Igreja do espírito do cristianismo primitivo. Calvino tinha a ideia de que todos os fiéis podiam ter acesso ao sacerdócio, inclusive as mulheres. Era contra a hierarquia e colocou pastores como ministros das igrejas, aos quais era permitido o casamento. Calvino pregou a teoria da predestinação, para ele era Deus que daria a salvação a poucos eleitos e que o homem tinha que buscar o lucro por meio do trabalho e da vida regrada, isto marcou a ética protestante ficou bem atraente para o pensamento capitalista principalmente para a burguesia.

A CONTRARREFORMA

Com o objetivo de acabar com os exageros que haviam afugentados muitos fiéis e permitiu o êxito dos reformistas em alguns países, com isso a igreja começou a organizar a contrarreforma. Para isso, foi convocado o Concílio de Trento (1545-1563), com o objetivo de reestabelecer a disciplina do clero e a reafirmação dos dogmas e crenças católicos.

Depois do Concílio de Trento, criou-se o índex, uma espécie de índice para censurar os livros que pregavam doutrinas contrárias ou diferentes da doutrina católica. A inquisição passa a ser reorganizada para ter julgamentos de cristãos, hereges e de judeus acusados, ou seja, de qualquer pessoa que fosse contra os princípios cristãos ou da igreja dominante da época. A tentativa de conciliar o espiritualismo medieval e o humanismo renascentista resultou numa tensão, ou uma disputa entre forças opostas: o teocentrismo e o antropocentrismo.

Características da literatura barroca

» Culto do contraste: o dualismo barroco coloca em contraste a matéria e o espírito, o bem e o mal, Deus e o Diabo, céu e a terra, pureza e o pecado, a alegria e a tristeza, a vida e a morte.

» Consciência da transitoriedade da vida: a ideia de que o tempo consome, tudo leva consigo, e que conduz irrevogavelmente a morte, reafirma os ideais de humildade e desvalorização dos bens materiais, ou seja, sem apego aos bens materiais.

» Gosto pela grandiosidade: característica comum expressa com o auxilio de hipérboles, ou seja, exageros, figura de linguagem que consiste em aumentar exageradamente algo a que se estar referindo.

» Frases interrogativas: que refletem dúvidas e incertezas, questionamentos: “que amor sigo? Que busco? Que desejo? O que quero da vida?

» Cultismo: é o jogo de palavras, o estilo trabalhado. Predominam hipérbole, hipérbatos (isto é, alteração da ordem natural das palavras na frase ou das orações no período) e metáforas (comparações), como: diamantes que significam dentes ou olhos.

» Conceptismo: é o jogo de ideias ou conceitos, de conformidade com a técnica de argumentação. É comum o uso de antítese, ou seja, ideias contrárias, paradoxos. Enquanto os cultistas tinham a visão direcionada aos sentidos, já os conceptistas eram direcionados a inteligência.

O BARROCO NO BRASIL

Este movimento só se tornou realidade no Brasil quando a exploração das minas de metais preciosos em Minas gerias deu oportunidade para o surgimento de novas cidades e vilarejos, pois com elas vieram também a cultura e a arte.

Um exemplo foi a :

ARQUITETURA BARROCA

Teve sua visão voltada para e construção de fortalezas, casas de engenho, igrejas pertencentes a muitas ordens como a dos beneditinos. Alguns de seus principais representantes foram: Francisco Frias de Mesquita, que veio para o Brasil em 1603; Francisco Dias, que foi um jesuíta e que projetou a primeira igreja jesuítica no Brasil; Francisco dos Santos teve sua atuação em Olinda, foi arquiteto e também franciscano, seus projetos foram: a igreja de Nossa Senhora das Neves e o convento de São Francisco; Macário de São João, ele foi frei beneditino, que teve entre os seus principais projetos, o Convento de Santa Teresa, o Mosteiro de São Bento Casa de Misericórdia, em Salvador. Francisco Xavier de Brito foi escultor português, radicando no Brasil, acabou influenciando a obra do mestre Aleijadinho; Antonio Francisco Lisboa, também conhecido como o Aleijadinho, visto como o maior gênio da arte brasileira.

MÚSICA

A música barroca, por sua vez, tem nos nomes de José Joaquim Emerico Lobo de Mesquita e Marcos Coelho Neto sua maior representatividade.

LITERATURA

A publicação, em 1601, do poema Prosopopeia, de Bento Teixeira, marca o início da literatura barroca no Brasil.

Prosopopeia é um poema de 94 estrofes que exalta, de forma exacerbada, a figura de Jorge de Albuquerque Coelho, segundo donatário da capitania de Pernambuco.
Influenciado por Camões, Bento Teixeira transcreve em seu poema
Prosopopéia inúmeros trechos de Os Lusíadas, estabelecendo, desta forma, um vínculo estreito entre a literatura brasileira e a literatura portuguesa do período.

Interessante apenas como um documento histórico da fase inicial da literatura brasileira, o poema de Bento Teixeira não apresenta grande valor estético.

Estendendo-se até 1768, a literatura barroca produzida no Brasil refletiu as tendências e características literárias de península ibérica.

Em resumo tem-se:

Origens do Barroco

- Jesuítas como responsáveis históricos pela formação do Barroco.

Barroco no Brasil:

- Realidade cultural a partiu do surgimento de cidades e vilarejos de Minas Gerais;

- Novas cidades e vilarejos originaram o desenvolvimento de manifestações culturais e artísticas como arquitetura, artes plásticas, músicas e literatura;

- Antonio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, visto como o maior gênio da arte barroca;

- Marco da literatura barroca no Brasil: o poema “Prosopopéia”, de Bento Teixeira, publicado em 1601.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Literatura - O Início da Literatura no Brasil


O Início da Literatura no Brasil é marcada pelo QUINHENTISMO, na época da descoberta de nossa terra pelos portugueses no século XVI. Daí o nome quinhentismo ( 1500 ). Marca as produções literárias iniciais pela terra encontrada...a carta de Pero Vaz de Caminha, relatando ao Rei D.Manoel as características do território, pode ser considerado o primeiro documento literário produzido no Brasil. De início as produções marcam um ufanismo ,recheado de adjetivos que exaltam o solo e a natureza aqui encontrados pelos lusitanos.
Com a característica da Contrarreforma( movimento vindo da Idade Média que valorizava os valores cristãos acima de tudo) os jesuítas tinham a preocupação de catequizar os índios, sendo o maior responsável por isso o padre José de Anchieta(foto). Daí vem a ligação do Brasil com a religião católica.
A carta de Pero Vaz é pertencente ao tipo de Literatura informativa,isto é, o tipo de Literatura que traz conhecimentos,valores,costumes ou aspectos culturais e informativos sobre algo.

domingo, 20 de setembro de 2009

Dúvidas?


Se tiveres alguma dúvida deixe aqui postada que responderei...ou por e-mail: juliovallim@gmail.com

Língua - Acordo Ortográfico - segunda parte:o uso do Hífen.

O Hífen é o responsável pelas mudanças mais "bizarras" em questão de assimilação por grande parte do povo em nosso país , isso em minha opinião, pois imagine essas ortografias: minissaia, vacina antirrábica, operadora de telessexo, ultrassonografia, condições subumanas de vida,etc. Isso mesmo,não fiquei louco...o hífen causa as maiores modificações no acordo...fique esperto:
Os termos antecedidos por prefixos , alguns exemplos: contra, além sobre,entre, ultra,arqui, mini,mega,macro, geo, auto...sofrem mudanças radicais. Quando o segundo termo iniciar com a consoante H o hífen é utilizado , exceto nos casos em que o prefixo SUB aparece, nesses casos o "H" é retirado e a palavra fica uma só: subumano, subomem, subumanidade,etc. Fora isso : anti-higiênico, contra-humano, Mega-Homem,etc.
Nas palavras em que o segundo termo iniciar pelas consoantes R ou S devemos duplicar esses, isso mesmo: megassena, arquirrival, telessena, autorrealização, etc.
Nas vogais colocamos o hífen quando essas forem iguais, ou seja, a última vogal do prefixo deve ser a mesma inicial do segundo termo: contra-ataque, arqui-inimigo, tele-entrega,etc.
No caso de vogais diferentes os termos ficam agrupados: autoescola, autoatendimento, infraestrutura, macroatacado,etc.
Nos termos compostos que formam um nome, ou seja, as palavras perdem o seu sentido original, devemos utilizar o hífen: guarda-chuva, copo-de-leite ( flor, pois copo não é copo e leite não é leite), pé-de-cabra,etc.
O prefixo Sub fica sempre agrupado ao segundo termo,exceto em numerais: sub-17, submundo, subaquático,subalimentação,subentendido, etc.
Continua...em quatro partes.

sábado, 12 de setembro de 2009

Língua - Acordo Ortográfico - primeira parte:o porquê do acordo e o uso do trema.

Bem...como todos já sabem... nossa Língua mudará em alguns aspectos ortográficos a partir do acordo firmado pelos países que têm a Língua Portuguesa como Língua materna: Brasil,Portugal, Cabo Verde,Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor Leste. O acordo foi assinado em Lisboa, no dia 16 de Dezembro de 1990, mas passa a vigorar no dia primeiro de Janeiro de 2010. Desde já devemos dominar essas mudanças que ocorrerão, pois boas ou não nossa língua será assim.
Muitos me perguntam o porquê das modificações....na minha opinião, em parte são benéficas,pois farão com que os países de Língua Portuguesa criem uma união ou relação maior, como a que já existe entre as nações de Língua Inglesa. Sendo assim nosso Brasil também se fortalecerá com o acordo, tanto nos aspectos de relação com os outros países como economicamente , porém há também um aspecto negativo: nosso povo já apresenta dificuldade no domínio do idioma,imaginem com as mudanças...e as crianças recém alfabetizadas...deixarão de ter total confiança em seus professores ? poxa,aprenderam de uma forma e agora chega alguém e diz que muita coisa mudou...isso complica e deve ser muito bem administrado nas escolas e nas famílias.
O fator da expansão de uma Língua gera muitos benefícios ao país ou países dessa Língua: vide o fato do domínio da Língua Inglesa no mundo ser um dos fatores que decreta os Estados Unidos como potência-mãe ( se bem que agora a China já chega,assim como o Mandarim que está sendo estudado como nunca em outros países,prova do que estou declarando). Nos EUA já se estuda até em universidades o Português ( claro, como cadeira opcional,mas é alguma coisa) e da qui a alguns anos isso deve aumentar em grande escala, tornando tanto o Idioma quanto os países desse mais fortes.

Bom......uma das mudanças é a retirada do maltratado trema...o coitado até em manchetes de jornais era sequestrado ( sem trema agora,heheheh) era frequente lermos:"... casal sequestrado é salvo pela polícia..." em plena capa de um jornal e escrito sem o trema, erro de Português em jornal é grave e cotidiano,mas na capa a coisa piora. Bom,então agora nem se preocupe com o trema,ele foi abolido,mas lembre-se: a mudança é puramente ortográfica e nada muda em relação pronuncial de termos, ou seja, pronuncie como antes e escreva diferente ( isso mesmo,heheheh).

Alguns termos da nova escrita que antes carregavam o trema : sequestro, equino,linguiça, frequente, sequência, unguento, tranquilo, frequência,etc.

Obs.: Os termos de origem em outra Língua mantém o uso do trema,assim como suas derivações.
Ex.: Müller, Mülleriano, etc.
Continua...em três partes.

Ainda Vanusa...



Assisto essa coisa,assisto novamente e não consigo entender...a legenda também é algo,heheeeh...

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Língua - Como elaborar uma redação...forma textual importante nos dias atuais...

TÉCNICAS DE REDAÇÃO OFICIAL

Hoje em dia torna-se cada vez mais fundamental a arte de uma boa escrita, devido a isso devemos aprimorar nossos fundamentos quanto a elaboração de uma produção textual. Possuir os meios para uma boa escrita é necessário por quê? Atualmente, as redações tem sido empregadas até mesmo em processo de seleção para empregos em diversas áreas, em concursos públicos e nos vestibulares é cada vez mais essencial,onde muitas universidades têm adotado mais peso global na pontuação dos candidatos a cada vestibular.

Estrutura de uma Redação

Ao elaborarmos uma redação devemos ter os seguintes dados organizados:

Introdução

Na introdução devemos apresentar o TEMA principal, sem um maior aprofundamento,apenas para introduzir o assunto. O tema divide-se em tema principal e temas secundários. O tema principal é o assunto propriamente dito: assunto principal sobre o qual se disserta no texto; os temas secundários são os tópicos e argumentações que irão fundamentar a estrutura do texto.

A introdução deve ser feita em um parágrafo, mínimo de quatro linhas, apenas iniciando o tema para após fundamentá-lo.

Desenvolvimento

No desenvolvimento deve-se relacionar o tema principal a suas argumentações, de forma a tornar a redação um texto verossímil ( fundamentado em uma realidade) . Deve ser estruturado em ao menos dois parágrafos, sendo colocado o tema com maior aprofundamento a fim de expor o assunto em vários aspectos descritivos.

Conclusão

A conclusão deve ser objetiva,isto é, o posicionamento do redator deve ser transparente,trazendo soluções ou visões sobre o tema discorrido, elaborada em um parágrafo.

Observações estruturais

Devemos empregar sempre a norma culta em um texto redativo, procurando a utilização de sinônimos, antônimos, sem a repetição em demasia de uma palavra durante o texto. A ordem dos períodos deve ser bem empregada dando uma sequência exata no decorrer do assunto, concordância verbal, nominal, regência,pontuação e acentuação são vigentes quanto ao bom emprego durante o texto, sendo de grande importância na nota final de uma redação.

Literatura - Nossa rotina e a Literatura...

Hoje estou afim de divagar...acabo de vir de sala de aula, onde apliquei uma prova para meus alunos. Havia quatorze (14) questões, sendo doze (12) destas objetivas e apenas duas (2)dissertativas. Observo muito como os alunos encaram uma questão dissertativa: a boca entorta, os olhos ficam pequenos e a face transfigura, a ansiedade bate e perdem a paciência quase no momento,mesmo antes de feita a leitura da questão por completa. Hoje em dia a cultura pelas questões objetivas em provas estão assassinando o pensamento dos indivíduos, pois para resolver uma questão desse tipo não é preciso nem pensar ou sequer redigir um pequeno parágrafo , bastam dois traços da caneta e temos um 'x' salvador aonde é possível acertar a alternativa correta mesmo sem se ter o mínimo conhecimento daquele assunto.

Seria isso uma forma correta ou apenas mais uma da globalização...da cultura pela rapidez,pelo modo mais fácil de se fazer qualquer coisa no dia a dia...vejo até professores aceitando redações feitas no computador..........puro absurdo...isso que o corretor ortográfico nem funciona,quem estuda a gramática sabe disso. Aonde iremos parar com esse culto pelo modo mais rápido de se utilizar as coisas? daqui a pouco voltaremos a casar nossos filhos aos 9,10 anos de idade como na Idade Média, pularemos etapas do dia como no filme 'click' onde o ator escolhe as cenas de seu dia e o que ele quer 'pular' na sua vida...poxa, há pessoas que nem param um minuto para observar a lua, o sol, o ceu azul , o canto de um pássaro ou o modo como ele se move, pois acham que o dia é corrido e perder um segundo para analisar algo é bobagem...e desse modo vivem a vida apenas rotineiramente e não sorvendo,aproveitando,curtindo tudo o que temos a nossa volta...

E dessa maneira analisam a Literatura, ou seja, imagina: parar um tempo de seu dia para ler ,ah....que nada...perda de tempo valioso, pois o necessário é correr,correr e correr.....bem, para essas pessoas eu digo: o necessário é crescer, evoluir, o necessário é saber, pois a vida cobrará isso de ti em algum ponto no futuro...seja mais...leia mais, cresça mais...

A Literatura é o meio mais rápido (isso, tu leste o termo 'rápido' mesmo) para crescermos,evoluirmos e dominarmos nosso futuro...seja uma pessoa daquelas que os outros adoram conversar,ouvir, uma pessoa que não apenas fala sobre a novela das oito ou sobre o que passou no Faustão Domingo ou quem venceu o BBB...não sou contra esses programas,acho que devemos ter momentos de 'nadismo', ou seja, momentos em que não precisamos utilizar nosso raciocínio, mas em contrapartida( agora mesmo quando digitei esse termo o corretor solicitou redigí-lo de forma separada,heheheh.....solicitou errado), para cada momento desse devemos agendar ao menos dois de produtividade, de raciocínio, de evolução...não acredites que tu não podes mais do que já faz hoje, pois sempre poderás mais...depois dessa divagação deixo um poema que fiz há algum tempo atrás...

Sentimento ...

Quero muito lhe falar do meu AMOR.

Dizer o quanto você é importante para aliviar minha dor.

Nunca imaginei no mundo encontrar, pessoa assim para AMAR:

Sua companhia me acalenta, sua presença me esquenta.

A felicidade que sinto ao seu lado, meu AMOR, sim... fecha a dor

Você conserta meu coração, concerto para a minha alma

Teu sorriso faz meus olhos chorarem, meu coração sorrir

Com teus olhares...

Isso faz-te estar em meus últimos pensamentos quando durmo

...em meus primeiros quando acordo.

Assim o mundo fica melhor ...

...enquanto lá fora está tudo pior

Mas, se para mim os anjos cantam, enquanto teus dotes me encantam

Sei que o AMOR existe, persiste, vive

Por isso a Deus clamo e aos anjos rogo...

Tragam-te de volta logo.

Val...J.

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Brasileiro ...não faça como a Vanusa cantando o hino nacional...






Nossa,acabo de ver pela décima vez o vídeo da cantora Vanusa 'blasfemando' nosso amado e idolatrado hino ( ao menos antes da mesma cantar assim o era,heheeh...) e ainda não acredito como um artista pode não conhecer o hino de seu país. Sei, ela tinha a letra ali a sua frente, ouvi comentários de que Vanusa havia tomado alguma medicação e tal teria sido a responsável pelo acontecido erro, poxa,sou músico também, a medicação fez esquecer a letra,tempo,andamento e tudo relacionado e possível em teoria musical...não estou questionando o talento,pois ela é um ícone e deve ser respeitada como artista brasileira e realmente dotada de grande talento. Mas, vale para todos...é impressionante o descaso de nosso povo com o hino...nesse ponto invejo os americanos, dotados de grande amor a sua pátria( impossível encontrar um americano que não cante o hino de forma completa). Eles possuem a bandeira em casa,veneram seu país e disto não podemos falar nada. Está mais que na hora de pararmos de apenas valorizar nosso país em competições esportivas e sermos brasileiros o ano todo. Possuímos a responsabilidade de contermos em nossa memória a letra completa da canção mestra de nosso país, pois sabemos os hinos de nossos clubes de futebol, sendo assim ora, procureis saber mais do que uma simples priemira estrofe cantada somente embalada com o hino sendo tocado ao fundo,rsrsrsrs...."mostremos valor constância nessa ímpia e injusta guerra..." ops..esse é outro...brincadeiras a parte vamos tornar nosso país mais forte tornando-nos tamb´pem mais sábios sobre sua cultura,costumes e folclores...abaixo faço a minha parte:


História e Informações
A letra do hino nacional do Brasil foi escrita por Joaquim Osório Duque Estrada (1870 – 1927) e a música é de Francisco Manuel da Silva (1795-1865). Tornou-se oficial no dia 1 de setembro de 1971, através da lei nº 5700.
Existe uma série de regras que devem ser seguidas no momento da execução do hino. Deve ser executado em continência à
Bandeira Nacional, ao presidente da República, ao Supremo Tribunal Federal e ao Congresso Nacional. É executado em determinadas situações, entre elas: cerimônias religiosas de cunho patriótico, sessões cívicas e eventos esportivos internacionais.

Letra do Hino Nacional Brasileiro
I
OUVIRAM DO IPIRANGA AS MARGENS PLÁCIDAS
DE UM POVO HERÓICO O BRADO RETUMBANTE,
E O SOL DA LIBERDADE, EM RAIOS FÚLGIDOS,
BRILHOU NO CÉU DA PÁTRIA NESSE INSTANTE.
SE O PENHOR DESSA IGUALDADE
CONSEGUIMOS CONQUISTAR COM BRAÇO FORTE,
EM TEU SEIO, Ó LIBERDADE,
DESAFIA O NOSSO PEITO A PRÓPRIA MORTE!

Ó PÁTRIA AMADA,
IDOLATRADA,
SALVE! SALVE!

BRASIL, UM SONHO INTENSO, UM RAIO VÍVIDO
DE AMOR E DE ESPERANÇA À TERRA DESCE,
SE EM TEU FORMOSO CÉU, RISONHO E LÍMPIDO,
A IMAGEM DO CRUZEIRO RESPLANDECE.
GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA,
ÉS BELO, ÉS FORTE, IMPÁVIDO COLOSSO,
E O TEU FUTURO ESPELHA ESSA GRANDEZA.

TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU,BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA!
DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL!

II
DEITADO ETERNAMENTE EM BERÇO ESPLÊNDIDO,
AO SOM DO MAR E À LUZ DO CÉU PROFUNDO,
FULGURAS, Ó BRASIL, FLORÃO DA AMÉRICA,
ILUMINADO AO SOL DO NOVO MUNDO!
DO QUE A TERRA MAIS GARRIDA,
TEUS RISONHOS, LINDOS CAMPOS TÊM MAIS FLORES;
"NOSSOS BOSQUES TEM MAIS VIDA,"
"NOSSA VIDA" NO TEU SEIO "MAIS AMORES".

Ó PÁTRIA AMADA,
IDOLATRADA,
SALVE! SALVE!.

BRASIL, DE AMOR ETERNO SEJA SÍMBOLO
O LÁBARO QUE OSTENTAS ESTRELADO,
E DIGA O VERDE-LOURO DESSA FLÂMULA
-PAZ NO FUTURO E GLÓRIA NO PASSADO.
MAS, SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE,
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,
NEM TEME, QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE.

TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU, BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA!
DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL!

Vocabulário (Glossário)

Plácidas: calmas, tranqüilas
Ipiranga: Rio onde às margens D.PedroI proclamou a Independência do Brasil em 7 de setembro de 1822.
Brado: Grito
Retumbante: som que se espalha com barulho
Fúlgido: que brilha, cintilante
Penhor: garantia
Idolatrada: Cultuada, amada
Vívido: intenso
Formoso: lindo, belo
Límpido: puro, que não está poluído
Cruzeiro: Constelação (estrelas) do Cruzeiro do Sul
Resplandece: que brilha, iluminidada
Impávido: corajoso
Colosso: grande
Espelha: reflete
Gentil: Generoso, acolhedor
Fulguras: Brilhas, desponta com importãncia
Florão: flor de ouro
Garrida: Florida, enfeitada com flores
Idolatrada: Cultivada, amada acima de tudo
Lábaro: bandeira
Ostentas: Mostras com orgulho
Flâmula: Bandeira
Clava: arma primitiva de guerra, tacape


segunda-feira, 7 de setembro de 2009

A cultura literária e o nosso dia a dia...Raul Seixas não deu a solução para o Brasil,mas vou dar...parte II:

....bem...continuando... em relação ao efeito que a literatura traz em nossas vidas: em nosso dia a dia ela está presente quase em tudo. Normalmente respondo em sala de aula a essa questão apresentando a Semana de Arte Moderna, realizada em Fevereiro de 1922, responsável por fundamentais mudanças de contexto social,cultural e econômico em nosso país. Mais que a política e o blá,blá,blá de sempre a literatura influencia diretamente na sociedade atuando de forma a informar, protestar, causar...se hoje em dia absorvemos uma cultura globalizada em nosso país, mesclando nossas raízes aglutinadas aos aspectos culturais mundiais a literatura e as Artes são as maiores responsáveis. Até 1922 o Brasil era uma nação fechada tratando-se de assuntos culturais,isto é: era aceito e utilizado o que fosse culturalmente enraizado aqui sob pena de se considerar uma aculturização trazer elementos de externos...pois bem, a semana de arte moderna serviu como uma junção do que acontecia no mundo e do que havia no Brasil. Artistas visionários, como Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade, Villa-Lobos e outros trouxeram o que acontecia no mundo para o Brasil, não como uma invasão cultural,mas sim com uma aglutinação...apropriando nossa cultura ao mundo...
...Podemos identificar esse evento como responsável por trazer até nós a música, hábitos e vestuário do mundo. Se hoje somos um país globalizado devemos à Literatura ,às artes e a tudo o que aconteceu na semana de arte moderna. Sendo assim, é fácil identificar que a literatura está presente em nosso dia a dia de forma direta e atuante....Raul Seixas escreveu:..."a solução pro Brasil agora eu vou dar..." na música Aluga-se. Pois bem,a solução não é alugar o Brasil,mas fazer com que o Brasil leia,leia,leia e leia...não podemos manter uma nação tão grande,rica em aspectos naturais, parada , inerte meio a uma valorização bizarra de imposição de certos programas televisivos ou revistas de fofocas.
Leia, seja mais, mostre que tu sabes o que é bom e o que pode ser cortado de sua vida e de seu cotidiano...somente através da leitura obtemos essa percepção.

domingo, 6 de setembro de 2009

A cultura literária e o nosso dia a dia...Raul Seixas não deu a solução para o Brasil,mas vou dar...parte I:

Ouço constantemente pessoas a minha volta definindo Literatura como algo distante de suas vidas até o momento em que adentram uma escola. Esse pensamento está equivocado, pois a Literatura atua mais em nossas vidas do que percebemos diariamente. Em nosso país não há uma forte cultura literária, isto é, o brasileiro não possui o hábito da leitura. Aproximadamente 8% da população entra em contato com um livro a cada três meses, enquanto na Europa essa taxa é de 60% de leitores que "devoram" até 3 livros ao mês...fato esse um dos responsáveis pela grande diferença de patamar ecônomico,social, cultural entre o Brasil e a o velho continente....poderíamos mudar essa estatística passando a editar em livros letras de funk,fotos de "funkeiras" mostrando seu "talento",sugiro que se edite e venda em capa dura revistas contendo fofocas da vida amorosa de artistas de novela, enquetes sobre como segurar seu namorado,será que ele gosta de você? celebridade do B.B.B. quebra a unha enquanto lixava a mesma ,etc. Esses assuntos realmente"inteligentes" estão sempre em pauta na maravilhosa mídia...que tanto ajuda esse país a crescer dando-nos cultura,heheheeh...hum...não sejamos injustos, estou colocando parte da mídia. Há sim inúmeros programas e revistas de conteúdo agregantes ao indivíduo e ao nosso crescimento geral,mas infelizmente, esses não possuem o mesmo apelo junto a audiência nem o mesmo índice de vendas daqueles programas e revistas que se tornam assuntos de pauta.
Infelizmente... em algum ponto deixamos certos apresentadores de televisão tornarem-se os ditadores de pauta, desse modo eles escolhem o que irá se tornar assunto no Brasil: desde a música que será ouvida ao tema que será tratado com importância e os assuntos que serão dominados pela população. Somos um povo forte-façamos valer o "slogan"que a própria mídia criou- e não desistimos nunca, ou seja, possuímos o poder de escolher o que será parte de nossa vida e o que não o será, coloquemos isso em prática antes que apenas absorvamos feito esponja uma cultura inútil a partir do talento artístico de muitos.....somos mais que um país que apresenta curiosidade sobre astros que em vez de possuírem cultura,inteligência ou talento e aptidão possuem tempo para 6 horas diárias em academia ( não sou contra,inclusive vou à academia diariamente, mas nem por isso sou celebridade e me considero artista).
Bem...esse é um tema longo meu café está esfriando,logo, essa será uma pauta em segmentos,heheheh....continua...

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Língua - Ciúme ou ciúmes...saudade ou saudades? erros crassos do dia a dia.

Todos os dias ouvimos as pessoas utilizarem termos no plural quando deveriam colocá-los no singular. Exemplos disso são dois erros crassos ( rudes, grossos) nos substantivos: masculino - ciúme - e no feminino - saudade. Ora...ciúme denota um sentimento exacerbado de posse de algo ou alguma coisa, pessoa, etc. Observe: UM sentimento...sendo assim...a não ser que a pessoa queira colocar que durante um momento, dia ou época sofreu vários sentimentos de posse em relação a um objeto,pessoa ou coisa, deve dizer: '...tenho ciúme de ti...' ou '...Joana tem ciúme de Alex...' e não ciúmes. Por algum motivo desconhecido muitos acham que o nome desse substantivo é ciúmes e não ciúme...pode até ser por ciúme,hehehheh...
Em outro substantivo, desse vez feminino, ocorre o mesmo erro: saudade, termo que existe apenas em nossa linda Língua não havendo tradução em outra, ou seja, somente os adeptos da Língua portuguesa sentem saudade, heheehh...é o mesmo caso. Saudade é o nome do sentimento que denota lembrança de algo, alguma coisa ou alguém...assim...ao menos que queira dizer que houve muitas lembranças em um mesmo instante devemos colocar que sentimos saudade daquilo...eu, por exemplo: tenho SAUDADE da época em que a Língua era utilizada de maneira mais respeitosa, heheeh...

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Língua - Por que a mídia não colabora com o uso correto de nossa Língua? risco de morte/ risco de vida?

Hoje em dia é frequente ao assistirmos uma reportagem na televisão ouvirmos o famigerado uso da expressão 'risco de vida'...nossa, será que o indivíduo estava morto e irá reencarnar a qualquer momento? se uma pessoa está viva ela corre o risco de morte ao sofrer um acidente e não de vida,pois nesse estado ela já se encontra. O uso dessa expressão é uma redução do original: "corre o risco de perder a vida", redução essa de total descaso com a Língua. Em nosso dia a dia nos deparamos com muitas reduções,seja em termos ou expressões, utilizadas para algum motivo...talvez preguiça dos interlocutores. Sendo assim é correto:

O motoqueiro sofreu grave acidente e sofre o risco de perder a vida...ou...o motoqueiro sofreu um grave acidente e sofre o risco de morte.

Há também um caso semanal de erro gramatical em nossas redes televisivas. Nas transmissões de jogos de futebol as emissoras colocam os nomes dos jogadores em forma de lista sem o ponto- e- vírgula, ou seja,a esmo...termos flutuantes ( lembrando que existe na arte-música,poesia- a forma de livre expressão artística, fator que admite alguns erros gramaticais em prol da métrica ou rima de uma canção ou poesia).

Dessa maneira os nomes dos jogadores deveriam ser pontuados com o uso do ponto-e-vírgula e um ponto ao final do nome do último jogador da escalação.

Ex.: Brasil;
Argentina;
Chile;
Uruguai.

A regra vale para qualquer lista de elementos redigidos um abaixo do outro:

Pão;
Açúcar;
Ovos;
Leite.

Postagem mais Recente

Qual das alternativas está errada? por quê?

Postagens mais Visitadas