sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Literatura - Nossa rotina e a Literatura...

Hoje estou afim de divagar...acabo de vir de sala de aula, onde apliquei uma prova para meus alunos. Havia quatorze (14) questões, sendo doze (12) destas objetivas e apenas duas (2)dissertativas. Observo muito como os alunos encaram uma questão dissertativa: a boca entorta, os olhos ficam pequenos e a face transfigura, a ansiedade bate e perdem a paciência quase no momento,mesmo antes de feita a leitura da questão por completa. Hoje em dia a cultura pelas questões objetivas em provas estão assassinando o pensamento dos indivíduos, pois para resolver uma questão desse tipo não é preciso nem pensar ou sequer redigir um pequeno parágrafo , bastam dois traços da caneta e temos um 'x' salvador aonde é possível acertar a alternativa correta mesmo sem se ter o mínimo conhecimento daquele assunto.

Seria isso uma forma correta ou apenas mais uma da globalização...da cultura pela rapidez,pelo modo mais fácil de se fazer qualquer coisa no dia a dia...vejo até professores aceitando redações feitas no computador..........puro absurdo...isso que o corretor ortográfico nem funciona,quem estuda a gramática sabe disso. Aonde iremos parar com esse culto pelo modo mais rápido de se utilizar as coisas? daqui a pouco voltaremos a casar nossos filhos aos 9,10 anos de idade como na Idade Média, pularemos etapas do dia como no filme 'click' onde o ator escolhe as cenas de seu dia e o que ele quer 'pular' na sua vida...poxa, há pessoas que nem param um minuto para observar a lua, o sol, o ceu azul , o canto de um pássaro ou o modo como ele se move, pois acham que o dia é corrido e perder um segundo para analisar algo é bobagem...e desse modo vivem a vida apenas rotineiramente e não sorvendo,aproveitando,curtindo tudo o que temos a nossa volta...

E dessa maneira analisam a Literatura, ou seja, imagina: parar um tempo de seu dia para ler ,ah....que nada...perda de tempo valioso, pois o necessário é correr,correr e correr.....bem, para essas pessoas eu digo: o necessário é crescer, evoluir, o necessário é saber, pois a vida cobrará isso de ti em algum ponto no futuro...seja mais...leia mais, cresça mais...

A Literatura é o meio mais rápido (isso, tu leste o termo 'rápido' mesmo) para crescermos,evoluirmos e dominarmos nosso futuro...seja uma pessoa daquelas que os outros adoram conversar,ouvir, uma pessoa que não apenas fala sobre a novela das oito ou sobre o que passou no Faustão Domingo ou quem venceu o BBB...não sou contra esses programas,acho que devemos ter momentos de 'nadismo', ou seja, momentos em que não precisamos utilizar nosso raciocínio, mas em contrapartida( agora mesmo quando digitei esse termo o corretor solicitou redigí-lo de forma separada,heheheh.....solicitou errado), para cada momento desse devemos agendar ao menos dois de produtividade, de raciocínio, de evolução...não acredites que tu não podes mais do que já faz hoje, pois sempre poderás mais...depois dessa divagação deixo um poema que fiz há algum tempo atrás...

Sentimento ...

Quero muito lhe falar do meu AMOR.

Dizer o quanto você é importante para aliviar minha dor.

Nunca imaginei no mundo encontrar, pessoa assim para AMAR:

Sua companhia me acalenta, sua presença me esquenta.

A felicidade que sinto ao seu lado, meu AMOR, sim... fecha a dor

Você conserta meu coração, concerto para a minha alma

Teu sorriso faz meus olhos chorarem, meu coração sorrir

Com teus olhares...

Isso faz-te estar em meus últimos pensamentos quando durmo

...em meus primeiros quando acordo.

Assim o mundo fica melhor ...

...enquanto lá fora está tudo pior

Mas, se para mim os anjos cantam, enquanto teus dotes me encantam

Sei que o AMOR existe, persiste, vive

Por isso a Deus clamo e aos anjos rogo...

Tragam-te de volta logo.

Val...J.

Nenhum comentário: