terça-feira, 1 de setembro de 2009

Língua - Por que a mídia não colabora com o uso correto de nossa Língua? risco de morte/ risco de vida?

Hoje em dia é frequente ao assistirmos uma reportagem na televisão ouvirmos o famigerado uso da expressão 'risco de vida'...nossa, será que o indivíduo estava morto e irá reencarnar a qualquer momento? se uma pessoa está viva ela corre o risco de morte ao sofrer um acidente e não de vida,pois nesse estado ela já se encontra. O uso dessa expressão é uma redução do original: "corre o risco de perder a vida", redução essa de total descaso com a Língua. Em nosso dia a dia nos deparamos com muitas reduções,seja em termos ou expressões, utilizadas para algum motivo...talvez preguiça dos interlocutores. Sendo assim é correto:

O motoqueiro sofreu grave acidente e sofre o risco de perder a vida...ou...o motoqueiro sofreu um grave acidente e sofre o risco de morte.

Há também um caso semanal de erro gramatical em nossas redes televisivas. Nas transmissões de jogos de futebol as emissoras colocam os nomes dos jogadores em forma de lista sem o ponto- e- vírgula, ou seja,a esmo...termos flutuantes ( lembrando que existe na arte-música,poesia- a forma de livre expressão artística, fator que admite alguns erros gramaticais em prol da métrica ou rima de uma canção ou poesia).

Dessa maneira os nomes dos jogadores deveriam ser pontuados com o uso do ponto-e-vírgula e um ponto ao final do nome do último jogador da escalação.

Ex.: Brasil;
Argentina;
Chile;
Uruguai.

A regra vale para qualquer lista de elementos redigidos um abaixo do outro:

Pão;
Açúcar;
Ovos;
Leite.

Nenhum comentário: