sábado, 21 de novembro de 2009

Língua - Termos essenciais da oração - Sujeito e Predicado.

Caracterizamos como sujeito na Língua Portuguesa o ser ou objeto que pratica ação em uma oração.

Ex.: O Brasil é um grande país.

Meu time venceu o jogo com facilidade.


Os alunos
estudaram muito para a prova.

Note que o sujeito sempre refere o ser ou o objeto que pratica uma ação na oração, sendo assim, podemos descobrir o sujeito encontrando primeiramente o verbo na oração e após perguntando-lhe quem ou o quê.

O que é um grande país? O Brasil.
Quem venceu o jogo com facilidade? Meu time.
Quem estudou muito para a prova? Os alunos.

O predicado dá-se por tudo que diz respeito ao sujeito ou tudo que se fala do sujeito.

Ex.: O Brasil
é um grande país.

Meu time
venceu o jogo com facilidade.

Os alunos
estudaram muito para a prova.


Núcleo do Sujeito:

Para classificarmos o sujeito de uma oração torna-se essencial a discernimento sobre o núcleo do mesmo, ou seja, para que se classifique o sujeito é preciso saber o que é um núcleo.
O núcleo é aquele termo ou termos que são de extrema importância para o entendimento da oração, isto é, os termos que são essenciais ao sujeito para que a oração tenha sentido.


Ex.: O Brasil é um grande país.


Brasil é o núcleo, pois é o termo que se torna fundamental na oração.



Meu time venceu o jogo.
Time é o núcleo, pois também dá o entendimento ao sujeito.

Os alunos estudaram muito para a prova.
Alunos vem a ser o núcleo, pois dá sentido ao sujeito da oração.

Classificação do Sujeito:

Classificamos o sujeito de uma oração como simples, composto, oculto, indeterminado ou inexistente.

Sujeito Simples: O sujeito simples apresenta a característica de ser formado por apenas um núcleo.

Ex.: O presidente foi ao encontro das autoridades de Estado na Europa.

O presidente forma o sujeito da oração, mas presidente é o núcleo por ser o termo sem o qual não teríamos o entendimento da oração quanto ao seu sujeito. Assim: sujeito simples.

Os pássaros voam.

Podemos notar que mesmo o termo demarcando plural,ou seja,mais de um ser, o sujeito é simples se apenas um termo for o núcleo.


Sujeito Composto: O sujeito composto por dois ou mais núcleos.

Ex.: Appio e Roberto foram ao parque domingo comer algodão doce.

Brasil e Argentina são países rivais dentro das quatro linhas.

Sujeito Indeterminado: Como diz o termo indeterminado, existe sujeito, mas não é possível determinarmos quem é o ser que pratica a ação.

Ex.: Chegou atrasado à reunião.

Estudou muito para o teste.

Foi ao cinema assistir ao filme.

Nos três exemplos podemos verificar que não aparece escrito o sujeito na oração, isto é, ele existe, mas fica posicionado antes do verbo. Nesse caso podemos ver a possibilidade quanto o encaixe do termo Alguém, se for possível caracterizamos o sujeito como indeterminado.
Existem outros pronomes pessoais que identificam esse tipo de sujeito, mas torna-se mais fácil a verificação através desse processo.


Sujeito Oculto: Do mesmo modo que no sujeito indeterminado, no sujeito oculto o ser que pratica a ação fica escondido, dai o nome oculto.

Ex.: Foram ao cinema assistir ao filme.

Jogaram bem, mas não foi possível uma maior goleada.

Cantaram durante à noite toda aquela canção que todos conheciam.

Podemos notar nos exemplos que há possibilidade de encaixarmos pronomes pessoais: eles, elas, nós, vós, tu, eu. Dessa forma podemos identificar o sujeito oculto.


Sujeito Inexistente: Esse tipo de sujeito também é chamado de oração sem sujeito em algumas gramáticas, mas a forma mais comum quanto ao nome é inexistente. Existem duas características marcantes para a sua identificação:

Quando existe verbo que personifique um fenômeno da natureza.

Ex.: Geou em Canela ontem durante a tarde.

Trovejou durante à noite.

Nevou em Gramado.


Note que em todos os casos o verbo indica um fenômeno da natureza ligado ao clima.

Verbo Haver no sentido de existir:

Há cinco livros na estante.

Havia muitos carros no engarrafamento devido ao tráfego intenso de veículos.

Nenhum comentário:

Postagem mais Recente

Qual das alternativas está errada? por quê?

Postagens mais Visitadas